Estatística no mercado de trabalho

“É um erro terrível teorizar antes de termos informação.” – SIR ARTHUR CONAN DOYLE

A Era da informação vive uma crescente sem precedentes, estamos cada vez mais conectados e o acesso aos dados brutos está cada vez mais fácil. Segundo o Instituto Gartner, até 2020 tínhamos 40 trilhões de gigabytes à disposição, sendo que geramos mais 2,2 milhões de gigabytes por dia.

Esse fenômeno da conexão é intensificado ainda mais com a evolução da Internet das Coisas (IoT – acrônimo do Inglês Internet of Things), isto é, objetos do dia a dia que também estão conectados à internet e geram mais dados para um serviço mais personalizado ao usuário.

Internet of things concept with realistic human hand holding smartphone vector illustration

Em paralelo a isso, o conceito de Big Data se dissipou no mercado, sendo este uma base de dados gigante em constante crescimento, nem sempre estruturada, mas que auxilia grandes empresas na tomada de decisões. A capacidade de ler e entender esses dados é essencial para melhor compreensão do mercado. Atualmente, as empresas que investem nessa área geralmente levam vantagem em seu nicho por terem um privilégio em cima dos competidores: o conhecimento.

Observando essa tendência mundial de crescimento na geração de informações, faz-se cada vez mais necessária a presença de um profissional capaz de trabalhar esse mar de dados e de gerar informação relevante para uma melhor tomada de decisão e aprimoramento da qualidade de vida do usuário. Assim, entra o estatístico no cenário, sendo que sua habilidade de gerar modelos capazes de interpretar dados desestruturados é cada vez mais importante.

Para tal feito, existem métodos de análise entre variáveis que nos possibilitam confirmar ou rejeitar certas relações entre elas. O método mais popular é a inferência, que, basicamente, consiste em uma análise descritiva empírica de duas ou mais variáveis a partir de uma amostra.

Agora que entendemos onde a estatística se encaixa no mundo hoje, é mais fácil compreender sobre a importância dessa profissão no cotidiano. Para saber mais sobre o que faz um estatístico, temos um post aqui no blog sobre, dê uma olhada se estiver interessado.

Texto por Henrique Toshio.

Referências:

https://www.gov.br/mcom/pt-br/noticias/2021/marco/internet-das-coisas-um-passeio-pelo-futuro-que-ja-e-real-no-dia-a-dia-das-pessoas

https://navita.com.br/blog/big-data-saiba-mais-sobre-o-conceito-e-definicao/

https://mundoeducacao.uol.com.br/geografia/era-informacao.htm

Um comentário em “Estatística no mercado de trabalho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: