Conheça as Olimpíadas pelo Power BI!

Olimpíadas são competições de diferentes modalidades esportivas com o objetivo de unir os países; assim, diversos atletas participam dos jogos que acontecem a cada quatro anos. Neste ano, os Jogos Olímpicos ocorreram em Tokyo e, para acompanhar a evolução de diversos países, foi feito um relatório dinâmico com algumas informações das quatro últimas olimpíadas.

A ferramenta utilizada foi o Power BI, desenvolvida pela Microsoft em 2015, e o banco de dados foi coletado no dia 6 de agosto de 2021 com os 20 primeiros colocados na classificação em relação a quantidade de medalhas de ouro. A análise foi dividida em duas partes: “Ranking geral de medalhas entre os 20 primeiros colocados nas olimpíadas de 2008, 2012, 2016 e 2020” e “Classificação de medalhas do Brasil nos últimos anos”. 

No Power BI, é possível elaborar figuras que se relacionam; com isso, ao filtrar uma característica em um gráfico ou tabela, os outros terão o mesmo filtro selecionado automaticamente. Além disso, há diversas maneiras de apresentar as informações coletadas em um banco de dados, como gráficos de barras separadas ou empilhadas, mapas de bolha, gráficos de linha e gráficos de funil, que foram utilizados, respectivamente, nesta análise.

No exemplo abaixo, foi selecionado o Total de Medalhas conquistadas pelos países nos anos de 2008, 2012, 2016 e 2020. Para resumi-los, foi escolhido um gráfico de barras separadas por ano, ou seja, cada barra presente em um país representa um ano.

Utilizando as mesmas informações do gráfico anterior, a figura abaixo é um gráfico de barras empilhadas, em que cada parte da barra representa a quantidade de medalhas conquistadas por ano e a barra completa significa o total de medalhas nos quatro anos. A partir dele, nota-se visualmente que as partes separadas estão presentes no total de cada país.

Como outro exemplo, o mapa abaixo mostra o total de medalhas por país sem separações, podendo-se saber o território que está sendo analisado. Neste caso, a Europa possui mais países que ficaram nos 20 primeiros colocados nos últimos 4 anos de Olimpíadas, enquanto os Estados Unidos conquistaram maior número de medalhas.

Analisando apenas o Brasil, observa-se, através do gráfico de linhas, que o número de medalhas separados por: Ouro, Bronze e Prata, não apresenta crescimento linear durante as Olimpíadas de 1920 até 2016. 

Outra maneira de representar os dados é usando um gráfico de funil, em que o total de medalhas se encontra organizado de maneira decrescente, do maior para o menor. Logo, o ano da Olimpíada com maior número de medalhas foi 1996 com 21 medalhas, seguido de 2016 com 19 medalhas.

Portanto, é necessário saber quais são os principais pontos de interesse para ter uma análise assertiva e filtrar os elementos coerentes para o contexto. Além disso, fique atento na distribuição de cores utilizadas, o excesso de cores parecidas pode prejudicar. Para acessar o relatório dinâmico completo, clique aqui!

Texto por: Bianca Schorles

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: