Top 8 motivos para a sua EJ analisar os dados

O 4º tem uma novidade!

Nos últimos artigos, falamos de ferramentas para a análise de informações e demos algumas dicas sobre o que fazer antes de analisá-las. Mas você pode estar se perguntando: por que a minha Empresa Júnior deve fazer uma análise de dados? Nesse artigo vamos te dar 8 motivos para fazer isso!

1. Criar metas:

Daqui a alguns meses 2022 vai começar;  com o novo ano, surgem novos desafios, especialmente devido à mudança do Planejamento Estratégico da Rede, o qual traz novos indicadores que devem ser monitorados. Entretanto, como ocorre em todos os anos, devem ser estabelecidas metas e, para estabelecê-las, é fundamental analisar os dados do triênio 2019-2021, já que, com o retorno das atividades presenciais, é necessário comparar o desempenho da empresa antes e durante a pandemia. Dessa forma, é possível criar assertivamente metas desafiadoras que estejam dentro da realidade da sua EJ. Quer saber como?

2. Aplicar os métodos que trazem o melhor resultado

É inegável que a pandemia de Covid-19 tenha trazido mudanças bruscas na organização das empresas, porém aproveitar os pontos positivos dos períodos pré-pandêmico e pandêmico pode trazer excelentes benefícios para sua empresa. Por exemplo, as reuniões passaram a ser realizadas remotamente, o que permite que pessoas em lugares diferentes possam se comunicar, mesmo durante o período presencial.

Assim, analisar os métodos utilizados nesses contextos distintos, aperfeiçoá-los com “o melhor dos dois mundos” e aplicá-los pode gerar ganhos de produtividade, engajamento, satisfação e aprendizado significativos nos membros.

3. Aprender com os erros do passado

Para realizar o último tópico, é necessário aprender com os erros anteriores; dessa forma, coletar feedbacks dos membros, indicadores de como eles se sentem em relação a ferramentas utilizadas, práticas da empresa, além de erros cometidos (você pode conferir um exemplo de como não se deve fazer uma pesquisa de mercado aqui) é fundamental. Além disso, conversar com ex-membros sobre a história da EJ pode enriquecer muito esse aprendizado, ajudando na construção e conhecimento do legado da sua empresa! O Núcleo São Carlos fez um post sobre o legado deles, e você pode acessá-lo aqui.

4. Monitorar as metas

Estabelecidas as metas e aplicados os processos que mais fazem sentido para a EJ de vocês, realizar o monitoramento é fundamental, já que, a partir dele (e de indicadores como os faróis de faturamento) é possível verificar se os resultados estão chegando ou se é necessário voltar para as sugestões anteriores. Uma pergunta muito frequente nesta parte é: como fazer isso? A resposta vem com uma novidade!

A Estat Júnior convida você que está lendo este texto e toda a sua EJ para participar da nossa campanha de análise de dados para conhecer a sua história. Conforme explicado acima, conhecer o seu Legado é fundamental para tomar decisões assertivas a fim de continuar a evolução da sua EJ e crescer no MEJ. E o melhor de tudo: vamos apresentar como coletar e organizar os dados, montar uma planilha e, o principal, analisar dados utilizando o Power BI (você pode conferir uma análise que fizemos utilizando essa ferramenta aqui e baixar o dashboard completo preenchendo este formulário). Se quiser ficar por dentro de todas as novidades do “Qual é o seu legado?”, basta clicar aqui para entrar no grupo do Whatsapp ou ler o QR Code abaixo.

5. Conhecer melhor as personas

Se você quer melhorar a conversão de leads em clientes, é essencial conhecer as personas da sua empresa (também conhecidas como ICPs – os chamados “clientes ideais”). Para identificá-las é necessário realizar uma análise dos bancos de dados de vendas da sua EJ, relacionando a taxa de conversão, preço do projeto, tempo de execução e NPS, para, assim, verificar qual tipo de cliente combina melhor com as soluções que você oferece e tem melhor custo-benefício.

6. Divulgar a empresa pela satisfação do cliente

Após conhecer a sua persona, investir na chamada prova social, em que se divulga clientes famosos que utilizaram a sua solução e ficaram satisfeitos, aumenta a confiabilidade da sua empresa e, com ela, as vendas. Entretanto, para realizar isso é necessário analisar os dados relacionados aos feedbacks, porte médio dos clientes e entre outros, e, assim, divulgar cases de sucesso de clientes que seus leads podem conhecer!

7. Visualizar as evoluções 

Certamente você já deve ter se deparado com uma tabela cheia de variações e números difíceis de entender que representavam uma série histórica. Para resolver problemas como esses, em que há uma tentativa de análise, mas que não ocorre corretamente devido a problemas de visualização, basta criar gráficos adequados a cada situação, como foi feito nesta análise.

8. Monitorar o fluxo de caixa

Por fim, um dos valores da Brasil Júnior é a transparência. Um dos modos de colocá-la na prática é fazendo o monitoramento do fluxo de caixa e apresentá-lo para toda a EJ! Além disso, melhora o controle dos gastos da empresa e auxilia na elaboração de um planejamento financeiro. 

Se não sabe como fazer isso, vem com a gente! No dia 08/11 teremos uma novidade incrível. Acesse este link para saber mais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: